Loading...
Languages
Portuguese English Japanese Spanish
Mensagem Caio Yugo Akinaga

Olá , sou Caio Yugo Akinaga, tenho 17 anos.
Moro em São Paulo, Brasil.
Nesse ano,2015, tive a grande oportunidade de ir ao Japão. Com a ajuda do senhor Kato pude não somente visitar mas também "viver" o Japão. Durante a minha estadia permaneci em 3 famílias diferentes japonesas em um esquema muito similar ao intercâmbio( mais ou menos 1 semana em cada casa). Fio sensacional, ver o dia a dia das pessoas, seus hábitos e costumes. Para mim, isso foi muito divertido e aprendi muito, ainda, senhor Kato mantinha contato comigo para qualquer eventualidade, muito gentil de sua parte. Outra coisa que me impressionou foi a hippo family club. Todos os membros das famílias que eu fiquei faziam parte dessa organização. Ela tem como objetivo a conectar os japoneses com o mundo. Disso, atividades e encontros são constantes. Participei deles, foram muito divertidos. Essa experiência só foi capaz com a ajuda do Kato, gostaria muito de agradecê - lo do fundo do coração, muito obrigado.

Outros Assuntos
compartilhe!
Desenho da Buntatin

+++

JANELA DA ARTE CALIGRAFICA
JAPONESA

Museu Para Acalmar

 alt

Leilão Japan.PC


。。。。。。 Convite a colonia japonesa de Ramos! 。。。。。。

alt

Presidente da ONG Centro de Apoio aos Trabalhadores Brasileiros no Japão    Yoshinori Kato

alt

  Logo que me formei na Universidade fui passar 3 anos no Brasil na cidade de São Paulo. Atualmente administro uma organização sem fins lucrativos, ONG-centro de apoio aos trabalhadores brasileiros Trabras, a qual fundei ha 10 anos atras.É uma forca insignificante mas que vem ajudando, em todo o Japão, os brasileiros que recorrem a nossa organização.
  Levo sempre em consideracao o fato de eles terem como raizes a sociedade nipo-brasileira. Apesar dos imigrantes japoneses terem tido um papel muito importante para o atual desenvolvimento da sociedade brasileira, recentemente ouve-se falar muito que a decadencia da mesma tem evoluido em uma grande velocidade, tendo como uma das causas a mestiçagem com outras raças.
  Mas apesar disto, a sociedade Nikkei especialmente a de São Paulo vem se esforçando,promovendo movimentos para difundir a cultura e a língua japonesa no Brasil. O Japão também tem contribuido um pouco para isto indiretamente, apesar de encontrar dificuldades  especialmente pelo fato da imigração ter parado ha 40 anos atrás.A ajuda é feita em forma de financiamento, como por exemplo, para a construção de colégios etc. Manter um intercâmbio entre os dois povos através de visitas mutuas, com a vinda de brasileiros para o Japão e a ida de japoneses para o Brasil, será a forma mais eficaz de transmitir para outras gerações a cultura de ambos os paises.
  Levando em conta as ideias acima citadas,recebi a visita de um velho amigo,Sr.Hiroyuki Kondo, que morou na cidade de Ramos em Santa Catarina,um dos membros do mesmo grupo que eu participei na época que fui ao Brasil, grupo chamado de Clube de Estudos de Imigração aos Estrangeiros da Universidade de Waseda.Ele relatou que a cidade de Ramos é equivalente a sua pátria,sua pátria de coração .Este sentimento tem o mesmo significado para a sua neta também.
  Pelo fato do Sr. Kondo ser conhecido do Presidente da Associacao Cultural Brasil-Japão de Núcleo Celso Ramos, o Sr. Hirotaka Onaka, este nos pediu para promovermos um projeto de intercâmbio entre os dois paises.Foi um momento exato .achei isto muito oportuno e de grande significado.
  Ramos é uma cidade muito previlegiada, com uma grande parte da natureza ainda intacta tendo as quarto estações do ano.Contendo aromas de cultura e o mais importante e que la e uma das terras de imigrantes onde ainda resta fortemente o coração do Japão.
  Tanto o Sr.Kondo, o presidente Onaka e os habitantes de Ramos desejam muito que os Japoneses conheçam, visitem, ou até mesmo que no futuro vivam e activem esta terra expandindo sua agricultura, turismo e tal.
  Nosso pensamento ressoa com os sentimentos dos que tem relações mais próximas com Ramos,ou seja, uma vontade de trazer um grande número de visitantes provindos do Japão.Como forma de viajantes,intercâmbio de estudantes,trabalhos voluntários ou mesmo para começar uma vida nova lá.Independente do objetivo da viagem, da permanência ser longa ou curta,o importante é ter relações com o povo e experiências próprias dessa terra de Ramos.
  Nós temos convicção de que com certeza novas descobertas serão encontradas lá.
Se os nikkeis residentes lá em Ramos(SC),mesmo sendo um número insignificante se compararmos com o resto do país espalhados por todo o Brasil, especialmente na região sul,se eles e os japoneses se derem as mãos colaborando para o desenvolvimento desta terra,aí se tornará mais um núcleo da sociedade Nikkei.
  Se o objetivo citado acima se concretizar,o próximo passo será a realização de uma aliança de Ramos com São Paulo, onde se concentra a maior população Nikkei,podendo assim, propagar a cultura do Japão ainda mais,incrementando consequentemente a influência na sociedade brasileira.
  Com isto,pois como ultimamente o intercâmbio entre a sociedade Nikkei e o povo japonês tem enfraquecido extremamente,poderá recuperar os laços de amizade,a compreensão mútual,o interesse e a amizade entre ambos os países.
  Sobre informações mais pormenorizadas e para conhecer e aproveitar mais ainda sobre as belezas da colônia de Ramos, procure na nossa “home page”,onde podera encontrar experiências, colunas etc. escritas por pessoas próprias da terra, que nasceram e vivem lá.
  Então na nossa “home page”na parte que se refere a apresentação da colonia de Ramos, com a colaboração dos nossos colaboradores de lá,na medida do possível, assim que fizermos ,colocaremos na “internet”.Pretendemos apresentar toda e qualquer noticia sobre a colônia de Ramos,provindas de lá e as de origem do Japão.Fiquem atentos e agradecemos desde ja pela compreensão e colaboração .(10/3/2012,presidente da TRABRAS,Yoshinori Kato). Tradutora: Marijalma


◆ Entre em contato através do endereço → Este endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo.                         

 


Siga a ONG Trabras no Twitter e fique sabendo em primeira mão tudo que acontece no Japão e receba Dicas para o seu Bem Estar, Leis Trabalhistas e muito mais!